GILSONNETO.COM

Califórnia quer anular 85 mil condenações por maconha

Penalizações, algumas delas definidas há 60 anos, dificultam a busca por emprego e por moradia.
Califórnia quer anular 85 mil condenações por maconha
Foto: Reuters/Elijah Nouvelage
26

Califórnia quer anular 85 mil condenações por maconha

G1/Mundo

Mais de 85 mil condenações relacionadas à maconha, algumas delas definidas há 60 anos, serão automaticamente anuladas dos registros criminais por meio de um programa piloto lançado na Califórnia, onde a venda e o uso da erva para fins recreativos foi legalizado em 2018.

Essa medida "vai ser um alívio merecido para as pessoas de cor que sofreram desproporcionalmente as injustas consequências das leis de nosso país" quanto a esse assunto, disse Jackie Lacey, fiscal do condado de Los Angeles, onde cerca de 66 mil penalizações serão anuladas.

Os especialistas acreditam que o consumo e a venda de maconha está presente na mesma proporção a todas as origens étnicas e culturais. Mas um estudo feito nos EUA, divulgado em 2016, mostrou que os cidadãos americanos negros, que representam apenas 6% da população da Califórnia, correspondem a 25% dos presos exclusivamente por infrações ou delitos relacionados a cannabis.

Das cerca de 53 mil pessoas afetadas pela medida no condado de Los Angeles, 32% são negras, 45% latino-americanas e 20% brancas, segundo a promotoria.

Essas penalizações, algumas delas que datam 1961, também dificultam a busca por emprego e por moradia.

A lei californiana que legaliza o uso e venda de cannabis para fins recreativos também pressupõe que as pessoas condenadas por delitos que deixaram de existir a partir da liberação possam solicitar a um juiz para eliminar esses registros penais.

OUVIR NOTÍCIA

Mais de 85 mil condenações relacionadas à maconha, algumas delas definidas há 60 anos, serão automaticamente anuladas dos registros criminais por meio de um programa piloto lançado na Califórnia, onde a venda e o uso da erva para fins recreativos foi legalizado em 2018.

Essa medida "vai ser um alívio merecido para as pessoas de cor que sofreram desproporcionalmente as injustas consequências das leis de nosso país" quanto a esse assunto, disse Jackie Lacey, fiscal do condado de Los Angeles, onde cerca de 66 mil penalizações serão anuladas.

Os especialistas acreditam que o consumo e a venda de maconha está presente na mesma proporção a todas as origens étnicas e culturais. Mas um estudo feito nos EUA, divulgado em 2016, mostrou que os cidadãos americanos negros, que representam apenas 6% da população da Califórnia, correspondem a 25% dos presos exclusivamente por infrações ou delitos relacionados a cannabis.

Das cerca de 53 mil pessoas afetadas pela medida no condado de Los Angeles, 32% são negras, 45% latino-americanas e 20% brancas, segundo a promotoria.

Essas penalizações, algumas delas que datam 1961, também dificultam a busca por emprego e por moradia.

A lei californiana que legaliza o uso e venda de cannabis para fins recreativos também pressupõe que as pessoas condenadas por delitos que deixaram de existir a partir da liberação possam solicitar a um juiz para eliminar esses registros penais.

Fonte

G1/Mundo

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Polícia
Polícia busca imagens para identificar quem jogou feto na Jabotiana
Polícia busca imagens para identificar quem jogou feto na Jabotiana
VISUALIZAR
Entretenimento
Noiva de José de Abreu fala sobre 'olhar julgador' por diferença de idade
Noiva de José de Abreu fala sobre 'olhar julgador' por diferença de idade
VISUALIZAR
Municípios
16 agências do Banese vão passar por restruturação para funcionar como escritório de...
16 agências do Banese vão passar por restruturação para funcionar como escritório de negócios
VISUALIZAR
Mundo
Investigadores descobrem sinais misteriosos vindos do Espaço
Investigadores descobrem sinais misteriosos vindos do Espaço
VISUALIZAR
Polícia
Acidentes com ônibus são responsáveis por 12,3% das mortes nas rodovias federais de Sergipe
Acidentes com ônibus são responsáveis por 12,3% das mortes nas rodovias federais de Sergipe
VISUALIZAR
Entretenimento
Tatá Werneck passa Bruna Marquezine em número de seguidores no Instagram
Tatá Werneck passa Bruna Marquezine em número de seguidores no Instagram
VISUALIZAR