GILSONNETO.COM

Netanyahu diz que buscará imunidade parlamentar contra acusações em casos de corrupção

O primeiro-ministro israelense foi denunciado em novembro sob acusações de propina, fraude e violação de confiança.
Netanyahu diz que buscará imunidade parlamentar contra acusações em casos de corrupção
Foto: Ronen Zvulun/Reuters
50

Netanyahu diz que buscará imunidade parlamentar contra acusações em casos de corrupção

G1/Mundo

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta quarta-feira (1º) que buscaria imunidade parlamentar contra acusações em três casos de corrupção que enfrenta, uma medida que pode adiar os procedimentos contra ele por meses.

Netanyahu foi denunciado em novembro sob acusações de propina, fraude e violação de confiança, com alegações de que cedeu favores do Estado no valor de centenas de milhões de dólares a barões da imprensa israelense em troca de presentes e cobertura favorável.

Ele nega ter feito algo errado, dizendo que é vítima de uma caça às bruxas da imprensa e da esquerda para derrubar o líder popular de direita.

Um julgamento não pode acontecer uma vez que o pedido por imunidade é realizado, e Netanyahu anunciou a medida politicamente arriscada em um discurso ao vivo na televisão, apenas quatro horas antes de expirar o prazo para o pedido. Ele disse em sua fala que as acusações contra ele tinham motivação política e que ele tinha direito à proteção parlamentar.

Em meio a um profundo impasse político, parece improvável que o Parlamento decida sobre o assunto antes da eleição de 2 de março. Netanyahu precisará do apoio de 61 dos 120 parlamentares para receber imunidade, a mesma maioria que escapou dele nas tentativas de formar um governo após os pleitos nacionais de abril e setembro.

OUVIR NOTÍCIA

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta quarta-feira (1º) que buscaria imunidade parlamentar contra acusações em três casos de corrupção que enfrenta, uma medida que pode adiar os procedimentos contra ele por meses.

Netanyahu foi denunciado em novembro sob acusações de propina, fraude e violação de confiança, com alegações de que cedeu favores do Estado no valor de centenas de milhões de dólares a barões da imprensa israelense em troca de presentes e cobertura favorável.

Ele nega ter feito algo errado, dizendo que é vítima de uma caça às bruxas da imprensa e da esquerda para derrubar o líder popular de direita.

Um julgamento não pode acontecer uma vez que o pedido por imunidade é realizado, e Netanyahu anunciou a medida politicamente arriscada em um discurso ao vivo na televisão, apenas quatro horas antes de expirar o prazo para o pedido. Ele disse em sua fala que as acusações contra ele tinham motivação política e que ele tinha direito à proteção parlamentar.

Em meio a um profundo impasse político, parece improvável que o Parlamento decida sobre o assunto antes da eleição de 2 de março. Netanyahu precisará do apoio de 61 dos 120 parlamentares para receber imunidade, a mesma maioria que escapou dele nas tentativas de formar um governo após os pleitos nacionais de abril e setembro.

Fonte

G1/Mundo

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Polícia
Polícia busca imagens para identificar quem jogou feto na Jabotiana
Polícia busca imagens para identificar quem jogou feto na Jabotiana
VISUALIZAR
Mundo
Califórnia quer anular 85 mil condenações por maconha
Califórnia quer anular 85 mil condenações por maconha
VISUALIZAR
Entretenimento
Noiva de José de Abreu fala sobre 'olhar julgador' por diferença de idade
Noiva de José de Abreu fala sobre 'olhar julgador' por diferença de idade
VISUALIZAR
Municípios
16 agências do Banese vão passar por restruturação para funcionar como escritório de...
16 agências do Banese vão passar por restruturação para funcionar como escritório de negócios
VISUALIZAR
Mundo
Investigadores descobrem sinais misteriosos vindos do Espaço
Investigadores descobrem sinais misteriosos vindos do Espaço
VISUALIZAR
Polícia
Acidentes com ônibus são responsáveis por 12,3% das mortes nas rodovias federais de Sergipe
Acidentes com ônibus são responsáveis por 12,3% das mortes nas rodovias federais de Sergipe
VISUALIZAR