GILSONNETO.COM

Notícias Polícia

Suspeito de alugar carro para trio envolvido em ação que baleou delegado é transferido para Sergipe

A informação foi confirmada pela Secretaria da Segurança Pública.

Suspeito de alugar carro para trio envolvido em ação que baleou delegado é transferido para Sergipe
Foto: TV Sergipe
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O suspeito de alugar um carro para o trio envolvido na ação que baleou o delegado Marcelo Hercos, foi transferido para Sergipe na tarde desta segunda-feira (27). Ele foi preso na sexta-feira (24), na capital baiana. A informação foi confirmada pela Secretaria da Segurança Pública de Sergipe.

Já o suspeito de atirar contra o delegado continua em Salvador, onde se apresentou à polícia. Ele já interrogado pela Polícia Civil de Sergipe. Outros dois suspeitos de envolvimento no caso estão presos preventivamente, na capital sergipana.

crime aconteceu, na última terça-feira (21), quando Marcelo Hercos, que estava de folga, abordou três suspeitos na saída de um estabelecimento comercial, após receber a denúncia de que eles estariam passando notas falsas do local. Um deles teria reagido e ferido o agente dando ré no veículo em que estava e disparando com a arma do próprio delegado.

Em seguida, os três fugiram em um veículo com placas da cidade de Salvador, que foi abandonado em um terreno próximo ao local do crime. O carro que foi periciado tinha marcas de disparos e manchas de sangue. A arma do delegado ainda não foi localizada.

Os dois suspeitos foram presos no dia seguinte ao crime, na região do Robalo, na Zona de Expansão da capital. O suspeito de efetuar os disparos fugiu e se entregou à polícia, na quinta-feira (23), na cidade de Salvador. O quarto suspeito, que seria o responsável pelo aluguel do carro utilizado pelos trio foi preso na sexta-feira (24), na capital baiana.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, um laudo do Instituto de Criminalística (IC), atestou que as sete notas de R$ 200 que estavam com os suspeitos eram falsas. Foi verificado ainda, que a falsificação não era grosseira, tendo em vista que produziam diversos aspectos macroscópicos de cédulas autênticas.

Estado de saúde

O delegado foi baleado com três tiros -- um no ombro e dois na região frontal (que atingiram duodeno e estômago). Ele foi socorrido e encaminhado para a Unidade de Saúde Fernando Franco e, em seguida, transferido para o Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse), onde chegou consciente e foi submetido a uma cirurgia. Na tarde desta sexta-feira (24), ele foi transferido para um hospital particular na capital sergipana e por orientação da família a unidade não está divulgando boletins sobre o estado de saúde dele.

FONTE/CRÉDITOS: G1/SE
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )